diagram_edited.png

Contexto

 
 

A WEMOB tem demonstrado ser incapaz e ineficiente na gestão da prestação de serviços de interesse dos Almadenses no âmbito do desenvolvimento, gestão e exploração de soluções de mobilidade urbana, as quais incluem a construção, promoção e gestão de infraestruturas de estacionamento público, a fiscalização, a construção e operação de infraestruturas de apoio à mobilidade pedonal, produção e distribuição de energia elétrica e sistemas de apoio à mobilidade elétrica.
Em 2021 a CMA viu-se obrigada a realizar uma transferência de 771.077,27 € para a empresa pública municipal WEMOB.
A gestão e a exploração destes ativos têm de ser administrados visando a criação de valor de forma efetiva, eficaz e eficiente para que haja uma compensação positiva para a população, nunca o contrário.
O estacionamento pode ser uma fonte constante de reclamações, de stress, de perda de tempo e poluição para as populações (uma boa parte do trânsito gerado, é devido à procura de lugar para estacionar). Nas zonas mais centrais e nas praias, um em cada cinco veículos em movimento procura estacionamento. No entanto, garantir financiamento para novos lugares de estacionamento, reabilitação dos existentes e implementação de tecnologias de estacionamento é impossível num ambiente de restrições de crédito e burocracias inerentes a uma empresa municipal.

Ação #6

Revisão da missão da WeMob

Ação

 
 

Elaboração de contratos de concessão, estruturados de forma criteriosa, que permitirá a Almada o acesso ao know-how, capital, inovação e eficiência do setor privado.
Os contratos de concessão são projetados para serem uma parceria mutuamente benéfica. As empresas concessionárias de estacionamento compensam a CMA em troca dos direitos a uma parte das receitas geradas durante o período da concessão.
A CMA preserva a supervisão dos recursos humanos que têm contrato com a WEMOB, enquanto que os parceiros do setor privado assumem grande parte do risco financeiro. Os funcionários são mantidos nas suas funções atuais, transitando da WEMOB para as empresas concessionárias conforme previsto no acordo de empresa com o STAL.
Na elaboração dum contrato deste tipo haverá a oportunidade de ratificar um acordo de tarifa de estacionamento que define limites para futuros aumentos. Deve ser garantido contratualmente que o estacionamento permaneça acessível para os residentes. Com esta solução podem ser equilibradas as necessidades de retorno com as expectativas das partes interessadas.
Acordos que também fornecem financiamento privado para lidar com projetos de manutenção adiada, aprovisionar tecnologias (smart parking * , por exemplo) e novas áreas de estacionamento regulado, como por exemplo, a construção de novos parques de estacionamentos em todas as praias do concelho e mais estacionamentos subterrâneos no centro de Almada.
Um dos objetivos passa por garantir aos residentes em Almada um desconto considerável em todos os estacionamentos das praias do concelho.
* O smart parking é uma ferramenta desenvolvida para evitar que isso aconteça, permitindo em tempo real observar quais os lugares disponíveis para estacionar bem como a gestão do tempo de utilização dos lugares. Esta gestão permite uma melhor utilização dos lugares de estacionamento, gestão dos pagamentos e redução de poluição através do tempo não despendido à procura de lugar.